221 118 413 (08.00h às 23.00h) geral@ptmedical.pt

Descubra as causas e sintomas das dores lombares

Introdução

A dor nas costas é um problema comum que afeta a maioria das pessoas em algum momento da vida. Geralmente manifesta-se como uma dor, tensão ou rigidez nas costas. Esta dor pode ter diversas causas:

  • Curvar-se de forma incorreta por longos períodos;
  • Levantar, carregar, empurrar ou puxar objetos de forma incorreta;
  • Curvar-se na cadeira quando está sentado;
  • Executar movimentos de torção exagerados;
  • Alongar-se em demasia;
  • Conduzir por longos períodos ou conduzir numa posição incorrecta;
  • Utilizar os músculos de forma excessiva, na prática de desporto ou através de movimentos repetitivos.

Às vezes, a dor nas costas desenvolve-se sem motivo aparente. Algumas pessoas simplesmente acordam um dia com dor nas costas e não fazem ideia qual a causa da dor. Mesmo nestes casos, a dor nas costas não costuma ser provocada por uma doença grave, com tendência para desaparecer em 12 semanas.

No entanto, a dor de costas crónica é complicada de gerir e ainda continua a ser difícil de explicar nos dias de hoje. Sabe-se que factores físicos, emocionais e psicossociais desempenham um papel, criando grandes diferenças na forma como se manifesta de pessoa para pessoa.

Todos os tecidos das costas estão equipados com terminações nervosas (com exceção do núcleo dos discos intervertebrais) e todos têm os pré-requisitos necessários para dar “sinais de dor”, separadamente ou em conjunto. Ou seja, hipoteticamente, a dor de costas pode ser causada por estímulos gerados pelos ossos, ligamentos, tendões, discos,músculos,vasos e / ou nervos em torno da coluna vertebral.

 

Os fatores de risco

Alguns fatores aumentam o risco de desenvolver dor nas costas. Estes incluem:

  • Excesso de peso – o peso extra coloca pressão sobre a coluna vertebral. A perda de peso melhora de forma considerável as dores de costas.
  • Fumar – ainda se desconhece a causa, mas pode ser devido a danos causados nos tecidos pelos componentes do tabaco ou pelo fato dos fumadores terem estilos de vida menos saudáveis que os não-fumadores;
  • Estar grávida – o peso extra coloca pressão adicional sobre as costas, provocando dor;
  • Uso a longo prazo de medicamentos conhecidos para enfraquecer os ossos – tais como corticosteróides.
  • Stress – causa tensão nos músculos das costas, aumenta o número de contracturas, o que provoca dor;
  • Depressão – a dor nas costas pode levar à depressão, que pode resultar em ganho de peso, o que leva ao aumento da dor e agravamento da depressão. É importante quebrar este ciclo.

 

Tratar a dor nas costas

Se tem dor nas costas, deve tentar permanecer tão ativo quanto possível e continuar com as suas atividades diárias. No passado, os médicos recomendavam repouso para dor nas costas, mas a maioria dos especialistas concordam que ser inativo por longos períodos não é vantajoso.

A atividade física moderada ajuda na recuperação. Para a maioria das pessoas, caminhar ou correr com intensidade ligeira a moderada é a forma mais comum e mais facilmente disponível de melhorar a sua condição. Para outros, nadar ou andar de bicicleta pode ser preferível. Este último é recomendado para pessoas com problemas de coluna específicos, onde o espaço no canal vertebral é restrito, como na espondilolistese e estenose do canal vertebral.

Pode tomar analgésicos, como paracetamol ou ibuprofeno, se sentir necessidade. Pacotes de compressão frios ou quentes também podem ajudar a reduzir a dor. Existem pacotes de compressão disponíveis na farmácia, mas um saco de legumes congelados e uma garrafa de água quente são igualmente eficazes.

O seu estado de espírito também desempenha um papel importante. Embora seja difícil manter-se positivo quando tem dor, os estudos mostram que as pessoas que permanecem com uma atitude positiva tendem a recuperar mais depressa do que aqueles que ficam deprimidos.

Algumas pessoas optam pela terapia manual, tal como fisioterapia ou osteopatia, o que também é boa opção para uma recuperação mais precoce.

 

Quando consultar o Médico?

A maioria dos casos de dor nas costas melhora sem ajuda e sem necessidade de ir ao médico.

No entanto, deve visitar o seu médico se está preocupado ou se tem dificuldades para lidar com a dor.

Deve procurar ajuda médica imediatamente se a sua dor nas costas é acompanhada por:

  • Febre de 38 ºC ou acima;
  • Perda de peso inexplicada;
  • Aparecimento de inchaço nas costas;
  • Dor constante que não alivia depois de se deitar;
  • Dor no peito associada;
  • Dor que irradia para as pernas, abaixo dos joelhos;
  • Perda de controlo dos esfíncteres da bexiga ou intestino;
  • Incapacidade de urinar;
  • Dormência em torno dos seus órgãos genitais e nádegas;
  • Dor que piora à noite.

 

E não se esqueça, a PT Medical tem Médicos ao Domicílio, sempre prontos a ajudá-lo.

 

  – Dr. João Júlio Cerqueira Especialista de Medicina Geral e Familiar –

Pin It on Pinterest

Gostou do Artigo?

Partilhe com os Seus Amigos!