913 124 104 (08.00h às 23.00h) geral@ptmedical.pt
Dados Para Fatura... Clique Aqui

Consulta do Viajante

CONSULTA DO VIAJANTE

A Consulta do Viajante deve ser realizada, de preferência, 4 a 8 semanas antes da data da partida, mas pode ser muito útil mesmo se realizada na véspera da partida.

Sempre que pretende viajar para fora da Europa deve dirigir-se a uma Consulta do Viajante, principalmente se viaja com a família, designadamente com crianças e idosos.

Para a Consulta, o Viajante deve trazer, se possível, o seu boletim de vacinas e a listagem da sua medicação regular, assim como qualquer documentação médica que julgue relevante.

Medicina do Viajante
5 (100%) 3 votos

Para que Servem as Consultas do Viajante?

Para aconselhar as medidas preventivas a adotar antes, durante e depois da viagem. Estas medidas incluem a vacinação, medicação preventiva da malária, informação sobre higiene individual, cuidados a ter com a água e os alimentos que se ingerem, e outros aspetos para que deve estar alerta quando viaja. Também lhe podem ser fornecidas informações sobre a assistência médica e segurança no país de destino e aconselhamento sobre a farmácia que o viajante deve levar consigo.

Estas consultas também são importantes para avaliar as condições de saúde do viajante antes da viagem, nomeadamente grávidas, crianças, idosos, indivíduos com doenças crónicas sob medicação, entre outros.

Além disso, servem também para prestar assistência médica após o regresso, diagnosticar problemas de saúde possivelmente contraídos durante a viagem, e para efetuar o controlo periódico de pessoas que passam temporadas prolongadas em países ou regiões onde o risco de contrair doenças é elevado.

Por forma a poder entrar em alguns países, a vacinação é obrigatória, assim como a emissão do certificado de vacinação.

Quais são as vacinas obrigatórias?

O Regulamento Sanitário Internacional em vigor estipula que a única vacina que poderá ser exigida aos viajantes na travessia das fronteiras é a vacina contra a febre amarela. Nesse sentido, todos os Centros de Vacinação Internacional devem administrar a vacina contra a febre amarela a todos os utentes que a eles se dirijam, desde que portadores de prescrição médica.

No entanto, alguns países não autorizam a entrada no seu território sem o comprovativo de vacinação contra outras doenças. É o que acontece com a vacina contra a doença meningocócica, imposta pela Arábia Saudita aos peregrinos que se dirigem a Meca. A Arábia Saudita exige ainda, como outros países, a vacina contra a poliomielite, a quem é proveniente de um dos quatro países onde o vírus é endémico (Afeganistão, Nigéria, Paquistão e Índia).

Que outras vacinas são aconselhadas?

Depende para onde pretende viajar. É precisamente para o aconselhar e informar que existem as consultas de saúde do viajante. As vacinas mais indicadas, em função do destino, são as que protegem contra as seguintes doenças: cólera, difteria, encefalite japonesa, hepatite A, hepatite B, gripe, raiva, tétano e febre tifóide.

Temos especialistas aos seu dispor para o aconselhar da melhor forma.

AGENDE A SUA CONSULTA!

Clique Aqui

Pin It on Pinterest