221 118 413 (08.00h às 23.00h) geral@ptmedical.pt

Porque é que os obesos não fazem exercício?

A obesidade é a consequência do balanço energético positivo.

gasto energetico positivo

Por palavras simples, ingerimos mais calorias do que aquelas que gastamos, o que leva a um ganho progressivo de pesso, que está associado a um risco aumentado de desenvolver vários problemas de saúde:

  • Diabetes tipo 2;
  • Hipertensão arterial;
  • Problemas cardiovasculares – acidente vascular cerebral e infarte do miocárdio;
  • Insuficiência renal;
  • Síndrome de Apneia/Hipopneia do sono;
  • Aumento dos triglicerídeos;
  • Aumento do colesterol;
  • Desenvolver varizes e sofrer tromboses venosas;
  • Desgaste precoce das articulações da coluna, ancas, joelhos e tornozelos;
  • Aumento do risco de desenvolver cancro coloretal;
  • Aumento do risco de desenvolver cancro da próstata no homem;
  • Aumento do risco de desenvolver cancro da mama, do endométrio e do ovário na mulher.

Está mais que comprovado que o exercício físico constitui um importante fator para o controlo do peso corporal.

Então, porque é que os obesos não fazem exercício!?

porque e que obesos nao exercitam

Baixa auto-estima – Se não gostam de nós por sermos obesos e nos dizem isso com regularidade, é difícil mantermos a auto-estima. E quando alguém está em baixo, comer poderá ser um refúgio, uma fonte de conforto. No entanto, acabamos por comer demais e agravamos o problema…

Gostar de nós próprios é o primeiro passo para estarmos motivados a cuidar do nosso corpo.

Acha que não consegue mudar – a maioria das pessoas obesas já tentou várias dietas, sem resultados…então decidiram ignorar o problema. É difícil começar a fazer exercício quando estamos focados em ignorar o nosso corpo.

Vergonha – é díficil ir para o ginásio, onde existe uma grande proporção de pessoas que vai olhar para nós de lado…você já olhou, não já? Ou já comentou com um colega? Ou concentrou-se muito para ignorar o obeso a fazer exercício? Ou fez olhares de desaprovação?…não é fácil manter a motivação num ambiente assim…

Má experiência com o exercício – alguns obesos nunca foram bons a fazer atividades de grupo (jogar futebol, basquetebol, andebol, etc) e eram escolhidos em último pelos amigos quando participavam neste tipo de atividades. É muito difícil começar alguma coisa, quando as nossas experiências prévias não foram as melhores…

Dor e desconforto – As costas vão doer, os joelhos vão doer, a pele vai ficar vermelha da frição com a roupa. Não é fácil convencer alguém a continuar a exercitar-se quando estes problemas aparecem.

Falta de confiança – o obeso acha que não vai conseguir ser bom em nenhuma atividade física. Não é verdade. Magros ou obesos, quando começamos uma atividade, não conseguimos fazer tudo bem à primeira…

Balneários – já imaginou o que é ir para um balneário aberto ou para os chuveiros partilhados, cheios de pessoas estranhas, com todos a verem o seu corpo quando nós mesmos temos dificuldades em olhar para ele?

Vestuário – já pensou o que é tentar comprar roupa para fazer exercício e não encontrarmos o nosso número?! Essa é uma realidade frequente das pessoas obesas.

Comentários agressivos – “bem podes fazer exercício, mas se não páras de comer mais vale ficares em casa”…”se parasses de comer em vez de ires ao ginásio, poupavas dinheiro a dobrar.”…”cuidado, ainda partes as máquinas”…”olha as banhas dele a saltitarem!”…”para te pesar precisamos de uma balança de camiões”. Conhece alguma destas expressões? Pois bem, os obesos já as ouviram todas…

Da próxima vez que vir um obeso no ginásio, a correr ou a andar de bicicleta, lembre-se da coragem e força que foi preciso para ultrapassar todos estes obstáculos. Se andar no seu ginásio, faça-o sentir bem-vindo, seja amigável, transforme o ginásio num espaço de conforto e não de desaprovação. E se tiver oportunidade de o conhecer, talvez perceba porque é que chegou a esse ponto…

 

Se precisar de ajuda e motivação para começar, conte connosco, como equipa.

   – Hugo Guedes Personal Trainer-

Pin It on Pinterest

Gostou do Artigo?

Partilhe com os Seus Amigos!