Os Produtos que Purificam o Corpo Funcionam?

“O nosso produto remove toxinas do corpo…”

Mas o que são toxinas!?

Quantas vezes já ouviu na rádio, viu na televisão, leu no jornal sobre produtos que prometem um corpo mais saudável, libertando as “toxinas que estão acumuladas no corpo”?

Este tipo de publicidade foi entrando no dia-a-dia sem qualquer tipo de crítica da nossa parte!

Mas se pensar bem, o que é uma “toxina”?!

No contexto científico, são substâncias de origem biológica que provocam danos à saúde de um ser vivo, tipicamente por interação com macromoléculas biológicas, tais como enzimas ou recetores.

Por exemplo, no tabaco temos diversas toxinas identificadas como acetona, terebintina, formol, amónia, naftalina, etc.

Os venenos de cobra têm várias toxinas isoladas e identificadas, conhecemos a sua forma molecular e de atuação.

No entanto, o conceito “toxina” foi adotado pelo marketing e generalizado, referindo-se a substâncias (de composição química não provada ou não especificada) que prejudicam a saúde, de uma forma genérica.

Ou seja, não se refere a nenhuma substância/toxina em particular…

toxinas

E não se referindo a nenhuma toxina em particular, não é possível quantificar ou avaliar a eficácia desses “produtos que libertam as toxinas do corpo”…não é possível saber qual destes produtos é mais eficaz ou se funcionam, sequer!

Faça a experiência…tente encontrar um creme, comprimido purificador, produto “natural”, técnica inovadora que indique que “toxinas” estão a libertar do corpo e de que forma…e sendo um bocadinho céptico, desconfio que não vai encontrar nenhum que explique isso!

Por outro lado, são bastante descritivos na explicação dos seus benefícios…e alguns fazem coisas incríveis!

Um produto em particular, dos mais vendidos em Portugal e que toda a gente já ouviu falar, afirma que elimina os resíduos acumulados no corpo, PURIFICA O FÍGADO e todo o sistema intestinal (retirado diretamente do site do produto).

Esse produto foi obrigado a suspender a sua venda e a alterar a sua fórmula devido, veja lá, ao aparecimento de casos de toxicidade hepática…(link com a notícia)

Por outras palavras…a capacidade de purificação do fígado era tão boa, que algumas pessoas iam ficando sem fígado…

Além disso, nunca referem que tipo de toxinas ajuda a libertar do organismo (como todos os produtos do género) ou de que forma. Assim, é impossível medir e quantificar a ação destes produtos.

E agora, vai dizer-me: “comigo o produto resultou, este artigo é uma treta…”

Se é isto que está a pensar, apresento-lhe o incrível efeito placebo…(saiba mais aqui) Após ler o artigo no link, talvez perceba o incrível poder da mente.

Se lhe disser que com um comprimido de açúcar de manhã e à noite vai perder 10Kg em 3 meses, talvez não acredite, mas em algumas pessoas (não todas) isso vai resultar, simplesmente pelo poder da sugestão.

Portanto, deixo-lhe o conselho:

Quando se sentir tentado a comprar um produto deste género, pense que talvez o seu dinheiro seja mais bem investido na zona das frutas e legumes do supermercado, numa mensalidade para o ginásio ou em ténis novos para ir jogar futebol com os amigos.

Se o seu objetivo é um corpo saudável, este é o caminho…não escolha os atalhos.

– Dr. João Júlio Cerqueira Especialista de Medicina Geral e Familiar – 

PARTILHAR

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email